Testei: Ativador de Brilho - The Beauty Box!

Pense em um post cheiroso!!! É este!! kkkk. Uso sempre este produto e, antes de começar a fazer o post, passei no cabelo e tô aqui, escrevendo e sentindo esse cheiro maravilhoso!!!! hahahaha #aloka rs

Já era para eu ter feito este post há um tempão, porque já uso os produtos da ‘The Beauty Box’ há meses. Teve até um sorteio maravilhoso, com alguns produtos deles aqui, no blog, e quando percebi que nunca tinha falado do ‘Ativador de Brilho’ fiquei até triste (hahahaha)!!

Mas, é melhor tarde do que nunca, né?!? =P
Então vamos lá!

Qual a proposta desse queridinho?!?
Descrição do fabricante:
‘Que mulher não gosta de brilhar sempre? Cabelos brilhantes deixam qualquer mulher mais linda e hipnotizante. O ativador de brilho Shiny, de The Beauty Box, combina ingredientes que deixam seus cabelos iluminados na hora. E sem aquela cara de pesado’.

- Ativador de brilho;
- Cabelos com luz própria;
- Brilho máximo e controle do frizz;
- Deixa os fios protegidos da umidade, poluição e calor;
- Fragrância: Bombom de baunilha;
- Fica a dica: SHINY se fala /cháini/ e significa brilhante!

Modo de usar: Borrifar nos cabelos, deixando o spray a uns 20cm de distância. Cuidado para não borrifar a raiz e não deixar aquele aspecto pesado no cabelo.

Eu uso com o cabelo já seco.

Resultado: Meu cabelo é bem oleoso e quem tem cabelo assim, tem que tomar bastante cuidado com os ativadores de brilho. Se passar muito ou na raiz, o efeito não fica bacana. Sou exagerada com produtos e a primeira vez que usei (com ele molhado), acabou que passei muito! Depois disto, aprendi a lição!

Confesso que esperava mais do ativador de brilho! A mudança é visível sim, mas é bem sutil. Agora sabe o que me deixou viciada nesse produto?!? O cheiro! Hahahahahahahaa! Sério! Uso ele quase todos os dias. Sempre acho que o cheiro de shampoo sai rápido e ele resolve meu problema. Sempre que uso, muita gente pergunta: “Nossa, que cheiro bom no seu cabelo!”

O cheiro é doce, mas é suave! Acreditem! É viciante! hahahaha

Então, quando me perguntam ‘o que você achou do produto?’, digo: Amei! Sou viciada nele! Super indico! Custa R$34,90 e rende MUITO, viu?!?


Alguém também já usou? O que achou? Me conta!!! Beijos, da Ju!

 

Leia Mais

Testei: Máscara de argila verde

Eu sempre tive a pele oleosa, com espinhas na adolescência e acne adulta depois dos vinte e poucos. E os cabelos não saíram mais sortudos: raízes oleosas e pontas secas. Esse é o tipo mais difícil de madeixas porque tem que cuidar da raiz com xampu para cabelo oleoso e ainda fazer hidratação nas pontas. Mas quem disse que ser mulher é fácil, né?

Enfim, já fazia um tempo que lia em tudo quanto é lugar sobre as maravilhas da argila para a pele e cabelos, sobretudo os oleosos, mas eu nunca tinha testado. Até que um dia, fazendo minhas compras de supermercado habituais, me deparei com a argila verde em promoção. Era um sinal! Comprei e fui toda feliz testá-la no primeiro dia mesmo. Confira agora o resultado!



Descrição do fabricante:

“Argila verde 99% de origem natural: para pele e cabelos com tendência oleosa. Reconhecida e recomendada por suas qualidades reequilibrantes e de limpeza.”

Li as orientações da embalagem e outras várias na internet. Também fiz muitos testes do tempo de ação e do modo de usar e cheguei à esses dois jeitos:

Modo de usar nos cabelos:
- Aplique a argila no couro cabeludo, espalhando com a ponta dos dedos ou com um pincel.Eu gosto de fazer essa máscara antes de lavar o cabelo, com eles ainda secos.
- Nada de miserê nas partes mais oleosas, hein?
- Deixe agir por cerca de 1h, para ter um resultado melhor (Eu testei com somente meia hora e não achei tão bacana).
- Retire o excesso da argila no chuveiro e lave seu cabelo normalmente.

Modo de usar no rosto:
- Lave o rosto para retirar o excesso de oleosidade.
- Aplique a argila por todo ou rosto (evitando o contorno dos olhos e boca) ou, se preferir, só na zona T. Utilize a ponta dos dedos ou um pincel para ajudar nesse processo.
- Aqui é importante não esquecer a argila no rosto ou ela pode ter um efeito mesmo contrário, irritando e dando coceira… O ideal é deixar agir até ela secar.
- Secou? Retire logo em seguida em água corrente.
- Depois da máscara, eu não aplico nenhum creme. Às vezes eu só alio a hidratação da água termal, que a Ju já comentou aqui. =)

Resultado:
Argila verde para cabelos oleosos é TUDO de bom e mais um pouco! Fora que a sensação geladinha na cabeça é muito gostosa. =D Você sente os resultados positivos desde a primeira vez. Na verdade, eu não vi nenhuma diferença de brilho ou maciez (como li na internet), mas sim no tempo que o meu cabelo continuou limpo até a próxima lavagem. É o fim dos cabelos com cara de sujos, girls!

Gosto dessa máscara porque ela é muito fácil de aplicar e eu aproveito para fazer as unhas enquanto ela age. #ficaadica

Dizem que o ideal é aplicar a máscara uma vez por semana, mas eu ando sem tempo e faço quando sinto que o cabelo está voltando a ficar oleoso facilmente.

Já para o rosto, não achei assim tão milagrosa. Na verdade, eu até parei de fazer por não ver resultado nenhum, mas a promessa era de fechar os poros e diminuir a oleosidade. =/

Outra faceta da argila verde é que ela também pode ser usada para acalmar queimaduras.

Julgamento final: Aprovadíssima, mas somente para os cabelos. Eles ficarão limpinhos e soltinhos até a próxima lavada.

Preço: aqui em Paris ela saiu por 4 euros. No Brasil, depende da marca, mas vi online nas Lojas Rede de Minas por R$ 27,90.

Ah, e ao contrário do que possa parecer, ela não faz muita sujeira! 😉

 

Leia Mais

Testei: Hidratante de cutículas da Sephora

Eu, como toda boa brasileira, sempre empurrei e cortei as cutículas. Aí eu vim morar fora do país e me deparei com dois tipos de mulheres: as das unhas horrorosas e as das unhas maravilhosas. É, dois extremos. Aqui, o culto à unha é bem menor e é um dos motivos dos esmaltes custarem tão caro :(. Enfim, as mulheres das unhas lindas, das que não eram fake, não cortavam as cutículas. Aqui elas hidratam a cutícula, assim ela fica tão fininha que nem aparece quando você pinta a unha.

Motivos de saúde e higiene à parte, confesso que resolvi testar essa ondinha porque adorei o resultado nas mãos das outras! Testei alguns hidratantes de cutículas em tubos, pastas e até uns que pareciam esmalte, quando me apaixonei pelo hidratante de cutículas da Sephora, minha indicação para quem quer começar, mas não tem muito tempo a perder. Vem ver!

Descrição do fabricante:

“É mágico! Mergulhe os dedos na mousse durante 1 minuto cronometrado, suas unhas sairão reparadas, hidratadas e fortificadas graças ao óleo de camélia. Ele age sobre as cutículas, deixando-as mais macias e hidratadas. Testado dermatologicamente, convem mesmo às unhas delicadas”

Modo de usar:
- Coloque um dedo por vez no buraquinho da espuminha.
- Rode um pouco o potinho para passar bem o produto na unha.
- Todo o processo dura 1 minuto, depois que você retirar os dedos, massageie um pouquinho cada cutícula para um melhor resultado.
- Não precisa lavar. Seque o excesso e deixe secar naturalmente.

Resultado:

Unhas e cutículas realmente hidratadas. Na primeira vez, você ainda verá um pouco a cutícula, mas com o tempo, ela vai quase desaparecer, de tão hidratada.

É super rápido! Um minuto por dedo (total de 10 minutos) mais uns 5 para deixar secar e em 15 minutos você tem unhas prontas para receber seu esmalte favorito. Muito melhor que todo o processo com água, creme, empurra, corta…

Outra vantagem é para a saúde. Segundo dermatologistas (link), cortar as cutículas pode causar infecções ou traumas, danos nas unhas, como ondulações, estrias e até mudar o formato da mesma.

Para finalizar, o cheirinho do óleo de camélia é muito bom e suave.

Julgamento final: APROVADO. Super prático!

Preço: 8,90 euros. No Brasil ele ainda não está disponível, o único é este outro aqui.

 

Leia Mais

Testei: Steampod da L’Oréal (alisa e enrola!)

Já faz muito tempo que a chapinha é a amiga inseparável de qualquer mulher. O problema é que ela não é assim tão amigável com os nossos cabelos. Quem nunca passou pelo desgosto de ter tantas pontas secas que a única solução foi cortar o cabelo? Pois este é o efeito nefasto da nossa querida chapinha.

Mesmo usando os melhores produtos para proteger o cabelo das agressões do calor, não adiantava, mais cedo ou mais tarde eles continuavam sofrendo com os danos muitas vezes irreparáveis da chapinha e do secador. Sim, você entendeu certo: continuavam. Porque agora, menina, a gente tem a solução PERFEITA para alisar e ainda hidratar nossas madeixas. Com você, o Steampod: o produto que você vai amar mais que seu namorado!

Descrição do fabricante:
“Depois de cinco anos de pesquisas e do desenvolvimento de oito patentes precedentes, o Steampod é o primeiro sistema de alisamento à vapor para os cabelos. Criado pela L’Oréal Professionnel e Rowenta Salon, a ideia foi de associar o poder e a rapidez do vapor para alisamentos, com a hidratação da pro-queratina, que penetra profundamente nos fios. Resultado: cabelos disciplinados em tempo record e também mais hidratados, macios e brilhantes à cada utilização”

Explicação da blogueira:
O Steampod se parece bastante com uma chapinha normal, mas ele é maior, tem um reservatório de água (responsável pela fabricação do vapor) e um fio bem mais espesso. Suas temperaturas vão de 170 à 210 graus. Segundo o fabricante, você deve passar somente duas vezes o steampod em cada mecha, para não danificar os fios.
Quando você adquire o aparelho, ele vem numa caixa com um creme de alisamento à base de queratina, ativado com o vapor e um sérum protetor. Esse creme é ótimo, só de passar no cabelo, você já sente os fios mais macios e lisos e o protetor você não pode nunca deixar de passar para evitar possíveis danos do calor.

Ele é excelente tanto para alisar quanto para fazer cachos.

Modo de usar:
- Lave os cabelos normalmente com shampoo e condicionador.
- Deixe secar naturalmente ou seque com o secador (nem precisa usar a escova para ajudar a alisar). Em ambos os casos, quando ele estiver quase seco (cerca de 80%), passe o creme de alisamento. Só uma gota do tamanho de uma amêndoa é suficiente. Dê preferência para o comprimento dos cabelos e não para a raiz.
- Quando ele estiver seco e você for usar o steampod, aplique o sérum protetor (de novo, sem exagerar. Dê preferência para as pontas).
- Coloque água no reservatório, se possível água mineral para que não fique nenhum resíduo no cabelo ou nos furinhos do vapor.
- Ligue o aparelho e coloque na temperatura desejada. Eu uso em 210 graus.
- Separe o cabelo em mechas e utilize como uma chapinha normal.

Resultado:
Seu cabelo fica SUPER liso, macio, soltinho (coisa que eu odiava com a chapinha normal era a sensação de capacete, sabe?), muito brilhante e sem frizz. E o melhor: MUITO mais rápido que uma prancha normal.

Julgamento final: APROVADÍSSIMO. Um verdadeiro tratamento para os cabelos.

Prós:
- Rapidez e eficácia
- Hidratação perfeita
- Pode alisar, mas também faz melhor que muito baby liss. Cachinhos perfeitos e brilhantes. Veja aqui o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=KmWpExYzRsA

Contras:
- Grande
- Nada prático para levar numa viagem
- Ocupa espaço para guardar
- Preço ainda alto no Brasil

Dica: quem tem cabelo oleoso e sempre sofreu com o aumento da oleosidade por causa da chapinha, pode ficar feliz. O steampod não deixará seu cabelo oleoso, mas não pode exagerar no creme, nem no óleo, viu?
Ah, e o óleo e o creme duram bastante!

Preço: Não consegui ainda achar a versão “casa” do steampod em algum site de compras. No Amazon, ele sai por $250 em média

 

Leia Mais